quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

Faça a sua escolha...

2009 está para começar. Momento próprio para reflexões, né? O que fizemos de errado e pode ser corrigido no ano novo? Projetos engavetados que mereceriam perder a poeira. Perdões não consumados. Promessas... promessas... tantas promessas que fazemos a nós mesmos já sabendo que em grande parte não teremos perseverança suficiente para concluir. Mas tudo bem, depois vem o reveillon de 2010 pra gente prometer tudo de novo. Só não sejamos tão injustos, oras. Afinal, uma fase dessas, mesmo simbólica, pode realmente servir para renovar muita coisa. Especialmente dentro da gente. A mudança começa no olhar que miramos as coisas. Em tudo, eu disse TUDO, sempre poderá haver pelo menos duas formas de ‘tradução’ na prática. E normalmente versões antagônicas. Reforçando o padrão: o lado bom e o lado mal de cada história. Positivo ou negativo. Otimista ou pessimista. Basta a gente escolher como queremos enxergar aquele contexto. Filosófico demais? Não, real...

Hoje vou contar uma história verídica de um pai e seu filho que ilustra bem como uma tragédia pode se transformar numa linda conquista. Sem filosofia, mas com muita pratica. Estou falando de Dick e Rick Hoyt (foto ao lado), dois homens comuns de classe média da pequenina Winchester, no Estado norte-americano da Virginia. Rick quase morreu no parto. Foi estrangulado pelo próprio cordão umbilical, acidente que deixou sérias sequelas para o resto de sua vida. A lesão cerebral o impediria a ter uma vida normal. Dick, um militar e esportista nato, tinha agora um ‘vegetal’ pra cuidar e não o filho saudável que tanto sonhou. Os pais se mexeram ao longo dos primeiros anos tentando encontrar uma saída que não fosse deixar Rick numa instituição própria para deficientes, conselho dado pelos próprios médicos. Ele não falava, não andava sozinho, não se alimentava sem ajuda, mal podia mover seus braços. Parecia faltar tudo na vida de Rick. Mas o principal ele teve na conta certa. O amor incondicional de seu pai. Anos mais tarde, separado da mulher, com o filho sozinho para cuidar, reformado do exército e aos 58 anos de idade, Dick começou a observar algo diferente no filho. Na frente da TV onde ele passava horas, Rick demostrava um comportamento curioso quando via algo em especial na telinha. As provas de triatlon causavam um entusiasmo no jovem. O pai reparava que seus olhos ficavam vidrados no monitor nessa hora, os braços sem coordenação alguma se movimentavam e ele emitia alguns ruidos entusiasmados. Dick sentia que seu filho ‘participava’ de cada prova que assistia pela TV. Foi ai que ele tomou a decisão em tornar real esse anseio do filho. O amor traduziu a vontade de Rick e fortaleceu o pai a concretiza-la.

Dick recomeçou a treinar, criou uma cadeira de rodas própria para corrida, uma bicicleta com a garupa certa para Rick e até um bote com uma corda amarrada ao seu corpo. Ele estava pronto para nadar, pedalar e correr junto com Rick. Foram alguns anos de exaustivas 212 provas de triatlon ao redor dos Estados Unidos. Quatro delas em distâncias para poucos. O percurso ironman tem esse nome não por acaso. Um atleta tem de ser de ‘ferro’ para cumprir quase 5km de natação, 180km de ciclismo e finalmente 42km de corrida. A epopéia dos Hoyt envolveu também outras aventuras como escalada montanhas, provas de esqui e até uma travessia de ponta a ponta pelos Estados Unidos numa bicicleta adaptada. Sempre em dupla. Na temporada de 2006, Dick aos 65 e Rick com 43 anos de idade completaram a Maratona de Boston na posição de número 5.083 entre mais de 20 mil participantes. De todas as maratonas de que participaram, quer saber o melhor tempo da parceria? Duas horas e 40 minutos em 1992, apenas 35 minutos atrás do recorde mundial na época. E eu lembro: marca estabelecida por um jovem homem altamente preparado que corria sozinho, sem precisar empurrar ninguém numa cadeira de rodas durante o percurso.

Essa história de amor e perseverança atravessou o globo e o Youtube pussui inúmeros vídeos sobre a familia Hoyt. Eu selecionei aqui dois deles. O primeiro é um clip de imagens justamente no Ironman do Hawaii, mais famoso do calendário internacional, onde o competidor que não alcance um tempo minimo em cada passagem é retirado da prova. Uma competição para poucos, como eu disse. Mas os organizadores abriram uma especial excessão para a equipe Hoyt poder chegar ao fim já a noite, depois de um dia todo em movimento. O outro vídeo é uma matéria de emissora norte-americana contando um pouco dessa tragetória vitoriosa.

Pois bem, amor de pai que trouxe alegria e oportunidades para o filho amado. Mas essa vida, surpreendentemente, muitas vezes apresenta caminhos de duas vias. Há dois anos, Dick teve um leve ataque cardíaco durante uma prova. Os médicos descobriram que uma de suas artérias estava quase que totalmente entupida. Eles garantiram que se Dick não tivesse voltado a se dedicar ao esporte, provavelmente já teria morrido anos antes. É incrível, mas tanto pai quanto filho salvaram a vida um do outro.

Gostaria muito que essa história pudesse inspirar você, como fez comigo. E que nesse ano, que apenas se inicia, você possa processar suas verdadeiras e necessarias mudanças. Ai dentro de ti. Lembrando sempre que existem, ao menos, duas formas de se encarar cada coisa na vida. Faça como Dick e opte pela melhor dentre todas.
E feliz escolha... feliz 2009!


Rick, depois de formado, trabalha hoje com informática e mora em seu próprio apartamento na cidade de Boston, recebendo apoio médico constante. Dick vive em Massachussets. Eles sempre arrumam um jeito de se encontrar e correrem juntos. Quem duvida que ambos são realmente felizes?

44 comentários:

Lídia Oliveira disse...

Ler essa matéria me fez pensar: quantos de nós teríamos o mesmo comportamento desse pai? Falando por mim, não sei se teria forças ou desprendimento suficiente pra doar minha vida a esse ponto...estamos sempre preocupados com que vamos ser, com que vamos conquistar, com nossa felicidade, conosco sempre...aí, quando tomamos conhecimento de uma história de vida como esta, conseguimos enxergar o quanto podemos ser fúteis, ou o quanto podemos ser especiais, quando fazemos a diferença na vida de uma outra pessoa, descobrimos que a maior diferença se mostra em nós, que podemos ser verdadeiramente especiais!!! Bela reflexão para o ano que se inicia!!

walter nivander disse...

Linda essa história de pai e filho. Naveguei em mais vídeos do Youtube e realmente emociona!

Feliz 2009 a todos!

Célio Coimbra Jr disse...

Que esse espírito se multiplique pelo mundo. Lutar por um ideal puro e real. Motivado pelo amor. Achei uma história fantástica. e melhor de tudo, REAL!!!

Abração e um 2009 renovador

Célio

marsilio disse...

Espetacular essa história. Já havia ouvido algo parecido, mas ler o texto e assistir o vídeo gerou um sentimento especial em mim. Linda essa mensagem da familia Hoyt...

;o)
FÉ É A GRANDE FERRAMENTA

Mara Cristina disse...

Fiquei impressionada naõ somente com a atitude do pai, mas tb a reação do jovem Rick. Apesar de limitado, mudou sua vida e adquiriu talentos inimagináveis nas suas condições originais.
LINDO!!!!!!

bruno p. disse...

É verdade que eles participam de palestras de motivação? Bem q podiam vir ao Brasil falar das experiências deles. Tem algum site atualizando os passos dessa dupla?

Valeu e bom ano!

Bruno

sig disse...

Bela lição de vida! Pra poucos como o ironman tb é.

Everton Domingues disse...

Pois é, Bruno, Dick e Rick participam de palestras em vários pontos, sim. Mas ainda, infelizmente, não vieram ao Brasil. Eles tem um site bem interessante chamado Team Hoyt (www.teamhoyt.com). Lá vc poderá encontrar mais coisas dessa 'equipe' exemplar.
Abraços e feliz 2009

Everton Domingues
Beijing Olimpica

Camila Carvalho disse...

Que exemplo e que texto!!! Adorei!!!!
Com certeza nos faz pensar melhor antes das adversidades....
Um ótimo 2009 para vc também. Que continue sendo essa pessoa especial, que o Beijing Olímpica se torne mais e mais forte!!!
Muita paz e saúde para vc e sua família!!! Sucesso Tato!!!!
Sejamos felizes!!!!
Grande beijo!
Camila
Remo Brasil

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Luciano Kustela disse...

isso ae garoto....feliz 2009...qseja um ano de muitas conquistas p ti...grande abraço.

magnum disse...

A felicidade é construída de diversas formas. Mas todas regadas sempre com muito amor. Linda história essa e num dia como hj ela estimula muito a cada um processar suas escolhas.

Boas escolhas pra todos em 2009!

Magnum

Ruthe disse...

O verdadeiro amor supera tudo e tudo pode. O seu texto, também, além da bela lição, nos servirá como impulso para os momentos de grande indecisão ou ainda, quando todos ao nosso lado falarem não, e somente nós pensarmos no sim, quero dizer, que nunca devemos desistir dos nossos sonhos, e pensarmos que, no fundo, um grande problema, porventura, provavelmente sempre será muito pequeno em relação ao que pai e filho enfrentaram conforme o relato do seu maravilhoso texto, com uma vida de superação.

Beijos e um afetuoso abraço para você e a todos que aqui compartilharem este espaço. Um Super 2009!! Que cada um consiga superar as próprias expectativas - ser muito feliz em qualquer escolha, e escolher primeiro o melhor caminho para si -não para os outros. Mais ainda, saber que o bem tudo pode. E viva o novo ano, se não pudermos realizar tudo neste ano, ainda teremos 2010, 2011, e assim por diante. O importante é saber viver e muito bem cada minuto, o melhor possível.

Felicidades, Tato, obrigada pela linda reflexão que nos proporcionou neste dia mundial de Paz universal.

Enrique Wong disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Enrique Ortega disse...

Prezado Everton,

Já conhecia esta bela história de superação, um missionário batista a contou em nossa igreja. O vídeo é maravilhoso.
Vale lembrar que no site oficial: www.teamhoyt.com diz que sua primeira corrida aconteceu em benefício de um amigo:

"In 1975, Rick was finally admitted into a public school. Two years later, he told his father he wanted to participate in a five-mile benefit run for a local lacrosse player who had been paralyzed in an accident. Dick, far from being a long-distance runner, agreed to push Rick in his wheelchair. They finished next to last, but they felt they had achieved a triumph. That night, Dick remembers, "Rick told us he just didn't feel handicapped when we were competing."

Rick's realization turned into a whole new set of horizons that opened up for him and his family, as "Team Hoyt" began to compete in more and more events."


Deus abençoe seu ministério, divulvagando Jesus por meio do esporte.

FELIZ 2009!

Enrique e Ariana Ortega
Campinas
01.01.09

OBS:
Veja cartão em anexo e links abaixo:
http://www.youtube.com/watch?v=MRe8GYaDLi4
http://olimpiadas.uol.com.br/2008/reportagens-especiais/ult6174u64.jhtm
http://tatwongcampinas1.locaweb.com.br/mambo/informativos/FotosBeijing_2008.pdf

Marcelo Jucá disse...

Valeu Tato;
Obg pela lembrança. Muito lindo o video. Inspiracao é fundamental mesmo. Que voce e sua familia possam estar ainda mais perto da realizacao de seus sonhos. Grande abraço

Angélica disse...

Tato! Feliz 2009 pra vc tb!
Vi seu blog. Parabens! É Tão bom encontrar pessoas que contribuem de alguma forma para o melhor do esporte. Eu amo o futebol, a historia principalmente. Adoro os velhinhos do futebol . rsrsrss.
bj.

Samara Correia disse...

Nossaaaaaa!!!!! Q surpresa!!!!!
A vc desejo td em dobro e q 2009 seje um ano cheio de realizações e conquistas!!!!
Um Super Bjo!!!!

Ahhhh...... e aparece lá na clínica p/ visitar a gente!

Roberto Gonçalves disse...

Olá Everton!

Muito obrigado por sua lembrança!

Desejo a você um ano de 2009 cheio de VITÓRIAS!

Parabéns pelo seu belo trabalho!


Roberto Gonçalves
Saltos Ornamentais

Luciana Granato disse...

Oi Tato.Esse vídeo é realmente emocionante e inspirador.Mal posso vê-lo sem chorar logo de cara rsrrs.
Bom, o que eu quero mesmo é te desejar um 2009 abençoado e que o amor incondicional do Pai seja sempre presente em sua vida.
Que seu trabalho seja eternamente próspero e que vc ame continuamente os esportes pois esse é um dos dons que Deus te Deus.
Um beijo e um 2009 promissor

Marcela Menezes disse...

Mto lindo o video, me emocionei! A gnt reclama tanto das dificuldades do dia-a-dia e tem gnt q supera o "impossível" neh?!
Valeu! Um super 2009 pra vc tbm! Mta saúde e alegrias!!
Bjoss

Marcela (GR-Brasil)

Tayanne Mantovanelli disse...

oii tato, mto obrigada viu! Que seu 2009 tb seja de mt sucesso, mts alegrias e vitórias :) eu vi a o blog, conheço aquela história é relamente tocante, um exemplo a ser contemplado. Obrigada mais uma vez! fique com Deus..
bjos Tayanne

Cella-BA disse...

Realmente linda a história dessa família!
E valeu por toda a torcida! E que vc continue fazendo esse trabalho tão legal com seu blog e incentivando tanto os atletas!
Bjoss

RENE DE PAULA JR. disse...

genial. obrigadissimo, Everton, tudo de bom pra voce tb

abracao

rene

Mirlene Picin disse...

Oi Tato, obrigado pelos votos!!!

Realmente a historia desta familia e inspiradora!!! Que 2009 seja inspirador para todos nos!

Bjo

Mika - snowboard

Isabel Terra disse...

eu já havia visto o blog, muito legal. feliz 2009 para todos nós! abraços

Andréia de Moura disse...

Tato,
Acabei de ler o texto sobre os Hoyt. Me recordo da matéria na TV, com a qual me emocionei. É aquela coisa de sempre: muitos reclamam, mesmo tendo saúde e base contextual para correr atrás, quando quem nos surpreende são os intitulados superficialmente como "coitados". Essa dupla é um tapa na fuça da sociedade.
Voltei a me emocionar. =]
Obrigada! E parabéns pelos blogs.
Beijos

Andréia
www.andreianoblog.blogspot.com

costume jewelry disse...

can you email me: mcbratz-girl@hotmail.co.uk, i have some question wanna ask you.thanks

Mariana Ohata disse...

Oi Tato!
obrigado msmo!
td de bom pra nós em 2009!!!!
bj grande

Mariana Ohata
Triatlo BR

Renata RG disse...

Tato!! Feliz 2009, com mta paz, saúde, alegrias, realizações e sucesso!!!!

Mto legal o vídeo!!! Parabéns pelo trabalho!

Beijo grande e tudo de melhor! Sempre!!!

Naná

Alice Satt disse...

Realmente inspiradora sua mensagem.... desejo um 2009 marvilhoso á você. Bj

Maria Clara Moraes disse...

Olá Everton!

Parabéns pelo excelente blog e pelo texto que me indicou. Realmente esclarecedor!
Um ótimo 2009 para você com conquistas e vitórias!

Abs,

Maria Clara Moraes
Relacionamento com a mídia
Comunicação Institucional
Esporte Clube Pinheiros

常州升级 disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
常州升级 disse...

Although we have differences in culture, but do not want is that this view is the same and I like that!

Nadja Haddad disse...

Obrigadaaaa! Linda mensagem... Bom fim de semana e um 2009 magnífico! Abraços!

googler disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

meu nome e Expedito alencar filho de parintins Amazonas-Brasil, essa mensagem era tudo que eu tava precisando pra acordar pra vida,perdi meu pai dia 18 de marco de 2008,foi uma cituacao que mexeu muito com minha vida nao encontrava forcas pra continuar minha familia e amigos tao ainda me dando forcas mas e muito dificil,mas vendo o amor desse pai pelo filho,mostrou me que existe muita coisa ainda pra ser feita por minha familia e meus amigos e pessoas que eu nem conheca,que o amor que eu vejo na mensagem e um amor incondicinal que pode ser passado pra todos sem dintincao de cor credo ou qualquer cituacao de vida,obrigado familia Hoyt voces sao um presente de Deus pra nos que tanto sofremos com nossas inceguranca obrigado mesmo que Deus abencoe sempre sua vida.ame

Everton Domingues disse...

Obrigado a vc tb pelo teu testemunho, Expedito. E q esse 'toque' q o Pai proporcionou em seu coração te fortaleça para uma nova vida. Seus 'pais' (especialmente Ele) querem que vc seja um homem feliz de forma completa e divina.
Q Ele te abençoe profundamente, meu caro.
2000 inove renovado pra ti!
Abrs
Everton Domingues

www.jsfishnet.com disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
decorative fishing net disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Marcela Campos disse...

Maravilhosa essa história de vida. Do pai e tb do filho. Uma conexão perfeita, aliada graças ao esporte. E a carinha do Rick nessa última foto, comove de alegria qquer um. Lindoooooo...

Elaine Alves disse...

Oi Everton,
Linda esta história, gostei muito mesmo. Legal também os seus blogs, e tem que gostar muito de escrever, pois leva um tempão, né..rs
Quem sabe agente se encontra por lá, é só combinar.
Vamos mantendo o contato.

Elaine.
http://era-do-gelo.blogspot.com

Fabiana disse...

Oi Everton,eu vi essa GRANDE história na TV fiquei emocionada quando vi,realmente vendo e lendo sobre os dois vemos o quanto o ser humano e egoista e muitas vezes só sabem reclamar e reclamar.
Parabéns pelo Blog e obrigada pelo carinho.

Bons kms
Fabiana

Everton Domingues disse...

Obrigado a vcs, Marcela, Elaine e Fabiana...
Essa história dos Hoyt me emocionou muito e me estimula continuar na minha luta. Fico muito feliz qdo sei de alguém q tb tenha se motivado.
Go ahead...